terça-feira, 20 de outubro de 2015


A lente está limpa
Aguarda o apertar do botão
Mas, antes, precisa de permissão


A caixa de fotografias está vazia
Não há sequer fragmentos 
Eles mal existiram


O diafragma é floral
O flash os raios do Sol
O clique o bater de asas do beija-flor


Querida orquídea branca de suaves pétalas
Princesa não retratada junto ao teu par
Desejo guardado em forma de pólen 




Teus ramos escrevem na terra
Desejo decifrável
Não é segredo

As sementes poemáticas foram jogadas na terra
Não as regue com lágrimas salgadas
A primavera te descobrirá

Mantenha teu desejo nutrido
O sonho crescerá
Te alcançará enfim...





Visitas

Web Statistics