sábado, 14 de março de 2015


Um precioso tempo de beijos e atenção absorvidos pelo vento de uma noite de outono, não sabia se aquele tremor que sucumbiu a pele era de frio ou excesso de êxtase. 

Docemente um abraço preencheu todo o vazio que antes percorria naquele mínimo espaço em comum.

Pétalas caíram quando os olhos se abriram horas depois, fazendo assim parte de um quebra-cabeça que jaz a flutuar em intensos pensamentos noturnos durante o sono ou fora dele. 

Entre as pétalas, uma semente minúscula é achada, ela espera... espera... espera... Deseja germinar e poder espalhar a história contida em seu DNA, fragmentos daquele precioso tempo de uma bela, incrível e inesquecível noite outonal. 



Ness Forest 



Visitas

Web Statistics