domingo, 18 de agosto de 2013

Cara a cara, mãos longe, espelho quebrado
Mesclando momentos e miragens
Não toque, é inconcebível alguma reação

Tocar e se cortar, teimosia da esperança
Efeitos longe da precisão 
Grito mudo

Deixei avisado, marcado com tinta permanente
Consciente, mas com picos de pânico
Recolher grão a grão do que foi derrubado

Nas redondezas daquele mar de palavras indizíveis 
Mergulhei e dei meia volta,  profundeza surreal
Não alcancei, faltou ar, faltou um olhar, uma mão a dar, realizar.


- Ness Forest
Imagem:  brookeshaden

   * Fragmentos

Visitas

Web Statistics