domingo, 4 de novembro de 2012

                                            
Ingenuas rosas transcendendo as barreiras dos aromas produzidos em meu cantinho botânico
Uma linha de fragrâncias tocam meu ego (singelo)
Ganho a permissão de sonhar mais um pouco,
tem sabor, cor, perfume, mas ainda é escasso de voz.

As ondas sonoras são ouvidas apenas quando fecho os olhos, ao abri-los, o silêncio se instala
Me perco na overdose de suspiros poéticos que continuam chegando como mensagens em garrafas espalhadas mar afora. 

Guardo algumas ainda fechadas, intocadas pelas minhas mãos, cada uma tem seu momento,
 serão lidas e sentidas de acordo com a direção que o vento segue. 

Sinto um arrepio, é o frio chegando com novas nuances e histórias encantadoras
Receberei com uma xícara de chá de frutas vermelhas, um pedaço de emoção adocicada com pólen e cheias de pétalas aveludadas por contos espalhados em meus lábios.

Há muito mais sendo semeado em minhas íris e mente... ficará para a próxima Primavera ♣. 


Texto: Ness Forest 
Imagem: Ness Forest 2012



                                                                 

Visitas

Web Statistics