domingo, 15 de julho de 2012



Ao despertar hoje, senti o gosto amargo de um ''passageiro caótico'' que vive em mim a muitos anos.
Abri os olhos e um choro seco surgiu... não caíram lágrimas, mas meus olhos sentiram o peso.
Está frio, não tenho fome e os gatos estão brincando com uma fita de cetim, me distraio.
Encosto minha cabeça na cabeceira macia da cama, viro para o lado e o dia está vivo, mas não me diz nada.
Mil lembranças surgem e algumas são como pancadas nas costas, respiro fundo e vou encarar o dia...
... com uma nítida sensação de não existir ...

Imagem: Ness Forest 2012
Texto: Ness Forest

Visitas

Web Statistics