quarta-feira, 23 de novembro de 2011



Aqueles sentimentos que me sufocavam sem piedade, foram mandados embora sem cerimônia, abri as janelas e pedi para o vento joga-los longe. 
Fui administrando durante muito tempo um abismo cheio de ramos secos, acordei e plantei a realidade, foi amarga sim, mas necessária. 
Quem disse que a vida é doce? Precisa de um equilíbrio! Muito doce enjoa e é monótono. 
De doce, basta a essência. 
Minha respiração enfim está voltando ao normal... demorou muito, doeu e agora já não dói mais, a realidade tomou conta de mim.


Imagem: Encontrei por aí
Texto: Ness Forest

Visitas

Web Statistics